sexta-feira, 16 de maio de 2014

Look: Leaving for the last time!


Eu gosto muito, muito mesmo, de como as listras harmonizam bem com diversas estampas e cores. Seja floral, animal print ou qualquer outra, parece que tudo fica estiloso com elas. A blusinha listrada é peça chave no guarda-roupa, principalmente nessa época em que os mix de estampas, cores e shapes estão tão em alta.
Nesse look, combinei a blusa de fio listrada com a camisa camuflada de tecido mais estruturado e shorts de couro (com meia-calça e ankle boot de salto alto; vocês sabem como eu gosto desse combo, né?). O diferencial ficou, mais uma vez, por conta dos detalhes. Cachecol simples preto, bolsa verde de tachas, alguns acessórios específicos e - meu toque preferido - gorro de lã. Adoro usar elementos na cabeça para incrementar a produção, seja chapéu, gorro, boina, lenço ou headband, tanto faz. Acho que faz toda a diferença em um look. Em cidades pequenas como a minha o pessoal ainda tem mania de olhar torto para essas coisas, o que é um preconceito bobo e que deve ser ignorado. Afinal, acessórios na cabeça são puro charme!
No fim, acho que esse look ficou feminino e boyish ao mesmo tempo. Não sei explicar, mas amei infinitamente! 













Shorts: Hit / Blusa, camisa e bolsa: sem marca / Ankle Boot: Studio TMLS / Óculos: Chilli Beans / Gorro: Mamis mandou fazer

Desculpem pelo post lotado de fotos, mas eu curti muito o conjunto dessa roupa com o cenário bem urbano e não consegui escolher pouquinhas! Aproveitando a deixa, quero agradecer minha fotógrafa maravilhosa, paciente e cada vez melhor: minha mãe! Sim, pra quem sempre me pergunta, quem faz as fotos dos looks aqui para o blog é a minha mãezinha!
Mas e aí, vocês gostam dessa mistura entre listras e estampa militar? E de gorro?
Bom final de semana!
Bises, bises!

terça-feira, 13 de maio de 2014

10 dicas para se vestir para uma festa "brega chique"!

Festa com temática brega é tradicional em muitas regiões. Recebi um pedido muito carinhoso (e divertido) de uma das organizadoras da festa que acontecerá aqui em Pato Branco no dia 17 de maio para que eu fizesse um post com algumas dicas sobre o que usar em um evento assim, porque muita gente não entende o conceito e acaba cometendo alguns errinhos.
Pensando nisso, organizei alguns tópicos pra você levar em conta na hora de escolher seu traje caso vá participar de uma ocasião assim. É claro que o principal é se divertir, já que dá pra esquecer todas as regrinhas de bom senso aqui. Mesmo assim, algumas coisas merecem ser pontuadas:



1. É uma festa brega chique, não uma festa caipira: Gente, isso é essencial! Festa junina é festa junina e festa brega é festa brega, uma não se confunde com a outra. Não é porque você está indo a uma festa brega que vai remendar calça jeans ou se jogar naquele vestidinho típico das festividades juninas. Muito menos usar trapos como se fosse uma mendiga, tá? É brega chique, não brega-não-tenho-dinheiro-nem-pra-uma-camiseta-decente.
Notaram que a primeira imagem desse post é da Chloe Moretz no último baile do Met? Ela está usando um vestido CHANEL. Sim, é Chanel e, na minha opinião, super-hiper-master brega. E é bem nesse ponto que eu quero chegar: a festa "brega chique" é isso mesmo, ter dinheiro (ou fazer de conta que tem, claro) e não saber no que investir.
Isso vale tanto para as roupas quanto para todo o resto da composição: nada de pintar dente de preto e coisa e tal. Você vai tomar espumante, não quentão.

2. Trace seu perfil: Assim como quando você decide pela manhã se vai usar um look mais clássico, mais rocker ou mais ladylike, é bom decidir também que linha vai seguir para sua festa brega. Se será a riponga, a rica que não sabe se vestir, a vítima da moda (que acaba pecando feio nas escolhas de tendências) e por aí vai. Foque em um estilo e invista nele! Vale criar um personagem aqui e praticamente se fantasiar - sem usar os ícones mais caricatos de uma fantasia.

3. Hora de abusar das cores, estampas e texturizações: Tá certo que hoje em dia a mistura de cores e até mesmo o mix de estampas está em alta e super na moda, mas, mesmo assim, algumas coisas não combinam ou não ornam. Hora de escolher o que te parece exagerado. Sabe aquela história de que você deve olhar no espelho sempre antes de sair e, se ele te disser que algo não está harmônico, é porque não está mesmo e você deve encontrar o problema? Aqui é o contrário!
Cores que não se complementam, assim como a mistura de várias delas ao mesmo tempo, são ótimas opções para você usar em uma festa brega. Tente passar aquele ar de quem se esforçou muito para ficar chiquérrima, mas infelizmente não conseguiu (embora acredite piamente que sim)!
Shapes e formatos que não casam bem entre si também são bem-vindos. Só tome cuidado para não esculhambar, afinal, você deve ficar brega, não feia.

Fiz algumas montagens beeem exageradas no editor do 
Polyvore para exemplificar o que estou falando. Basicamente, são peças bonitas sozinhas, mas que em conjunto não "trabalham" bem. Olhem só:






4. Tenha classe... Ou quase isso! Estou batendo na mesma tecla, mas é importante, vai por mim. Imagine-se uma rica de primeira viagem, que nunca teve acesso a nada em relação ao mundo da moda e, de repente, se encontra na posição de comprar o que bem entender. Essa pessoa provavelmente vai errar na hora de se vestir, por mais que compre toneladas de roupas de grife. Essa pessoa é você na festa brega chique! Você tem classe, tem porte de madame, tem roupas caras (é modo de dizer, não tem que ser roupa cara de verdade, por favor), mas não tem direção ou bom senso algum! Se puder usar um mundo de paetês da cabeça aos pés ao mesmo tempo, vai usar! Entendeu onde eu quero chegar?
Resumindo, brega chique é E-X-A-T-A-M-E-N-T-E o que a Lady Kate, do Zorra Total, é. Sem tirar nem por. Inclusive o lema: "dinheiro eu tenho, só me falta-me o glamour".
E, convenhamos, todo mundo conhece 
pelo menos uma "Lady Kate" na vida real. É nessa pessoa do seu convívio, que te faz pensar um "OH MY GOD" péssimo cada vez que passa pela sua frente, que você pode se inspirar. Secretamente, é claro.

5. Maquiagem chamativa: Não entenda errado, não estamos falando de uma maquiagem mal feita, borrada, com batom saindo da linha dos lábios e sombra que mais parece ter sido elaborada por uma criança brincando com kit de make infantil. De jeito nenhum. A ideia é simplesmente sair da make básica. Sabe aqueles tons neutros, o esfumadinho delicado e o batom nude? Tudo isso é senso comum, é elegante, é discreto. E tudo que você não quer ser em uma festa "brega chique" é discreta. Então capriche na maquiagem - capriche mesmo, faça bem feita e bonita, sem avacalhar - abusando das cores. Vale, sim, misturar uma ou outra cor que não casam muito bem, um batom vivo que você normalmente não combinaria com aquela determinada sombra... Você pode abusar e pode até dar aquela pesada na mão na hora do blush (erro que muita gente comete). Só não pode se maquiar como se estivesse se preparando para fazer cosplay de dragão, tá?


Brittany Hollis por Jeff Tse
6. Acessórios em abundância: Assim como são essenciais para finalizar bem qualquer produção, os acessórios também são responsáveis, muitas vezes, por destruir um look. A escolha errada pode acabar com tudo que poderia ter ficado lindo (sim, esse é o tamanho da importância dos acessórios). Escolher algo que não orna exige tentativas em frente ao espelho. E, para a festa brega, você pode abusar totalmente! Experimente usar muitas pulseiras, muitos anéis, cinto, maxi colar, maxi brinco, broche... Tudo que está na moda, mas tudo ao mesmo tempo! 
Até um lenço com estampa totalmente destoante do resto da roupa pode ser a chave do "sucesso" (só que ao contrário, haha) do seu look para essa festa. Ou, quem sabe, óculos escuro à noite, em local fechado? Quer mais brega que isso? Estolas, headbands, muito brilho... Vale tudo!


7. Vasculhe seu armário: Sabe aquela peça que você não usa mais há anos, mas não consegue se desfazer por apego sentimental ou algo do tipo? Talvez ela possa ser seu trunfo! Se você não usa mais, obviamente é porque ela não está na moda; mas se usou e guarda com carinho, é porque já esteve. No fundo do seu guarda-roupa e nos cabides mais remotos podem estar as roupas ideais pra essa festa!
Ou nem tão longe assim: vale usar peças super atuais, só que combinadas de maneira errada, como já mostrei ali em cima!

8. Tendências de outras épocas: Essa é uma brincadeira divertida! Você vai estar estilosa e pode ser que, em períodos longínquos, fosse considerada uma dama chiquérrima e super antenada. Mas não agora. É simples: é só fazer uma pequena pesquisa no google sobre as tendências de uma determinada década (70's, 80's, etc.) e se jogar no que achar que ficaria mais fora de sintonia com o que está em voga hoje. 


9. Inspire-se em artistas: Pode ser outra época de uma artista, como os anos 80 da Madonna, por exemplo, com cabelos bem armados, laços e uma abundância de elementos; ou ainda como as exageradas ombreiras da Xuxa há muitos anos. Ou pode ser uma artista atual que peca bastante. A gente sempre vê nos tapetes vermelhos aquelas celebridades que se esforçam demais e acabam escorregando feio.


10. Invente e divirta-se: O mais importante, como eu já falei, é se divertir. Esse é, afinal, o propósito dessas festas temáticas. Não caia no estilo fantasia, não abuse dos elementos errados, não fique baranga. Nenhuma mulher QUER ficar feia. Arrume-se muito, como se estivesse indo a qualquer outra festa elegante. Arrume-se, no entanto, de maneira errada. Vá contra seus instintos de coerência, estilo e fashionismo; aposte no contrário. Não se vista de mendiga, de caipira ou de qualquer outra coisa que não seja uma RYCA sem bom gosto!
Lembre da Lady Kate: Dinheiro você tem, só lhe falta o glamour!

Espero que as dicas ajudem porque, afinal, os concursos dessas festas sempre valem prêmios ótimos, não é mesmo?
Ou mesmo que seja só para se divertir com as amigas, enfim!
Bises, bises!

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Look: You stole my heart!

Para fechar a semana, um look do jeitinho que eu gosto: base preta com uma peça vibrante para compor. Que o tricô está com tudo, todo mundo já sabe. Eu, particularmente, adoro e acho super atemporal; dependendo da peça, dá para usar com calça ou legging e já fica um charme.
Nesse look, no entanto, eu quis sair do básico e usei a saia justa com o tricô turquesa solto por cima. Ele é todo bordado com paetês pequenos e eu preferi deixá-lo brilhar sozinho, então não acrescentei colar nem outros acessórios chamativos. Mas, só para constar, um colar comprido seria uma boa opção nessa produção também.
O mais bacana desse tipo de composição é que ela pode ficar mais simples ou mais glam dependendo só do que você escolhe combinar. Se eu trocasse a saia e a ankle boot por jeans e sapatilhas, por exemplo, já teria um efeito bem diferente. Além disso, fica bem em qualquer pessoa, já que a cor escolhida para dar luz ao look pode ser qualquer uma. Acho que esse mix mais sério com um ponto de cor é o trunfo básico da mulher quando ela quer se vestir com classe e estilo ao mesmo tempo.











Tricô e casaco: Mooncity / Saia: Triton / Ankle boot: Schutz / Óculos: Gucci / Bolsa: sem marca

Esse tipo de look carrega uma sofisticação que cai bem em qualquer mulher. Vocês concordam comigo?
Bom final de semana!
Bises, bises!

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Look: I don't care, I love it!

Ah, essas peças antigas que voltam a ser tendência... A moda é mesmo algo maravilhoso!
A coisa que eu mais amo usar depois do bom, velho e amado moletom é uma também boa, velha e amada blusa de lã feita pela madrinha ou pela vó
. É praticamente vintage, mas não poderia estar mais na moda. Dá um google aí que você vai ver: o street style está pipocando com produções com maxi tricôs e blusões de lã, dos mais básicos aos mais trabalhados. E aí a felicidade é imensa quando abro meu guarda-roupa e percebo que tenho várias opções feitas há muitos e muitos anos pela família. Eu amo até esse toque desfiadinho de peça antiga mesmo, acho um charme! Essa blusa de hoje quem fez foi minha madrinha, com direito a detalhe trançado nas mangas e tudo, uma graça! 
Nesse look usei a blusa de lã pink (porque estou em um relacionamento sério com essa cor) com shorts jeans e meia-calça. Mais básico e confortável do que isso só se usasse calça jeans e tênis. Para fugir do lugar comum e da monotonia, finalizei com a bolsa amarela de franjas e alguns acessórios.











Blusa de lã: feita pela madrinha há muitos anos / Shorts: Bebela / Scarpin: Morena Rosa / Bolsa: Arara Dourada / Óculos: Chilli Beans

Bem básico, despojado e gostoso, porque o frio também pode ser colorido, né? Esse é o tipo de blusa que parece ser feita para abraçar quem a gente ama!
Bises, bises!

terça-feira, 6 de maio de 2014

Look: Street of dreams!

Vale um tiquinho só de glamour mesmo sendo terça? Coisa pouca, só um "paetêzinho" aqui e ali... Fica como sugestão pra uma saída casual no final de semana.
Estou preparando um post sobre a tendência da saia troupette, esse modelo sequinho que fica meio "flare" por conta do babado na barra. Simplesmente dominou o mundo fashion, né? Mas não é à toa; a modelagem dessa saia é bem democrática, todo mundo pode usar mudando uma coisinha ou outra para favorecer os pontos fortes do corpo. E o melhor de tudo é que alonga a silhueta e passa a impressão de pernas mais finas, sem contar que tem um charme super feminino.
Combinei a minha de estampa de onça com a blusa de fio com paetês solta por fora; a intenção era deixar apenas o babado soltinho aparecendo mesmo. Adoro esse efeito, acho que esse modelo de saia fica muito mais bonito assim do que com a blusa por dentro. Para manter o toque clássico - já que a produção já tem a mistura de brilho e animal print - usei scarpins pretos, bolsa burgundy e poucos acessórios, como o maxi colar de corrente e a pulseira combinando.
E "tcharaaaammm"! Simples assim, só combinando duas peças mais carregadas (mas que harmonizam bem uma com a outra) temos um look um pouco mais glam! Olhem só:







Saia: By Su / Blusa: Seiki / Scarpin: Morena Rosa / Bolsa: Chenson / Óculos: Chilli Beans

Vocês gostam desse tipo de look? Eu admito que é meu estilo preferido; bem feminino, simples de montar, mas cheio de personalidade e charme. Ainda mais juntando brilho e animal print (ô espírito de perua que não me larga nunca, haha)!
Bises, bises!


Look da Déia #5!

Olha só que linda que é essa Déia! Ela estava viajando lá pras bandas do RS e mesmo assim lembrou de fotografar look aqui pra gente! #muitoamor
Essa produção é ao mesmo tempo básica e moderna por causa dos detalhes. O jeans está cada vez mais presente no cenário da moda de novo, não só como uma peça confortável, mas atual mesmo, compondo looks lado a lado com outras modelagens. A Déia combinou a calça jeans com a blusa cinza mescla com ombreiras estruturadas em couro, o que já dá um toque mais cool à roupa. E, que me desculpem aqueles que preferem sapatilhas, mas botas são capazes de mudar todo o contexto de uma produção. Não me entendam mal, também gosto da delicadeza das sapatilhas e afins, mas a bota consegue imprimir uma personalidade mais forte; olhem só o look da Déia como ficou com uma pegada mais rocker graças ao calçado:





Uma graça e pra usar JÁ, né?
Vejam também como os acessórios são importantes para a finalização do look, como eu sempre digo! A Déia usou maxi brinco, esse anel baphooo e óculos bem moderno. Amei!
Bises, bises!