segunda-feira, 31 de março de 2014

Look da Déia #2!

Começando a semana com look da Déia, eeee todo mundo comemora! O look que ela enviou para o post de hoje é lindo, cheio de tendências, uma graça e muito democrático. Democrático sim, porque cai bem em todo tipo de corpo, é estiloso e gracioso ao mesmo tempo e deixa a mulher feminina e confortável. A Déia é magérrima (as vezes a gente quer até se giletar de olhar pra ela), mas essa combinação qualquer pessoa pode usar!
Ela fez o mix entre a saia mais amada do momento, que super alonga a silhueta, e o tricô de estampa linda, meio barroca e meio geométrica. O tricô ficou soltinho, dando o tom despojado ao look, enquanto a saia deixa a produção mais fina e charmosa. E pra finalizar, pumps pretos que vão bem com tudo!
O mais legal é que sai do óbvio. A gente sempre usa tricô com calça jeans porque é mais fácil mesmo. Mas olha só a diferença que uma saia pode fazer:




Lindo, né? Quero igualzinho já, arrasou!
As peças são da Madô e os pumps são Schutz!
Bises, bises!

terça-feira, 25 de março de 2014

Look da Déia!

Olá amores! Eu contei pra vocês - toda serelepe, faceira e pimpona (haha) - na fan page do blog (segue lá nesse link) que a partir dessa semana teríamos uma nova colaboradora por aqui. E ela chegou (vivas, palmas, sorrisos)!
Agora, além do conteúdo habitual do blog e dos meus looks, vocês verão também os looks da Andréia, sempre com título e tag "Look da Déia". Para quem não conhece, ela é linda, super estilosa, uma querida e aceitou com muito carinho o convite para participar do "Uma luz no fim do Closet". A gente agradece, Déia!
Com certeza, ter posts semanais dela aqui só vai somar para todos nós e trazer muita lindeza para cá! E moda, claro, que é o que a gente mais ama!

Sobre a Andréia: Noiva do Paulo, "mãe" do Bruno e do Rock, 23 anos, leonina (muuuito leonina), professora, formada em história. Gosto de moda e a vejo como um instrumento para fazer a pessoa feliz, ou seja, use o que te deixa bem, o que te deixa feliz!

Nesse primeiro look, que inaugura a coluna da Déia aqui, ela traz uma proposta super elegante que alia a pegada chique da saia lápis com o estouro de tendência que é o body estampado. Ao melhor estilo da trend, o body tem as costas bem decotadas, contrapondo as mangas longas. Pode ser usado com diversas opções e de várias formas, mas a saia lápis é tiro certeiro na elegância e faz um balanço ótimo com a peça, que é bastante justa e tem um apelo mais sensual!
O body é uma tendência perigosa, a meu ver; precisa ter um corpão como esse aí pra usar. Em compensação, fica lindo de viver pra quem pode! Eu, infelizmente, não posso me jogar! haha #gordinhafeelings
Para completar, a Déia usou brincos pretos e pumps (já comentei por aqui que saia lápis pede salto alto - quanto mais alto melhor)! Olhem só:




Linda, diva e poderosa, sim senhor! Pra começar já mandando beijinho no ombro!
O body e a saia são Madô e os pumps são Schutz!
E aí, gostaram da novidade? A gente está amando nossa nova colaboradora!
Bises, bises!

segunda-feira, 17 de março de 2014

Melhores do ano de 2013!

Nós sempre falamos dos tapetes vermelhos americanos com requintes de detalhes. Então ontem, enquanto acontecia o "Melhores do ano" no programa do Faustão, eu fiquei pensando que devemos valorizar os artistas brasileiros também, ainda que eu assista pouquíssima coisa na televisão do nosso país. O "Melhores do ano" acaba por ser praticamente um Oscar brasileiro, mesmo que voltado à TV, visto que não temos tradição em red carpet por aqui e que nossa TV faz mais sucesso do que nosso cinema.
Sendo assim, vamos dar uma olhadinha nos looks que o pessoal usou para ir receber (ou não) as estatuetas e curtir a festa regada à espumante e vinho tinto depois?

Tatá Werneck, além de ganhar o prêmio de melhor atriz revelação, também mostrou que fica cada vez melhor, já que estava tão digna e linda quanto no baile da Vogue. A humorista sabe como se vestir, isso é fato, coisa que complementa e finaliza com bom humor e simpatia. O vestido tinha uma assimetria linda no busto e fenda poderosa, que Tatá combinou com sandália de tiras finas. Make e cabelo impecáveis. Muito elegante, a mais linda da noite, com certeza!


Maria Casadevall foi com um macacão que só quem tem o corpo esbelto dela segura mesmo, combinado com pumps, maxi colar e clutch divertida imitando claquete.


De Juliana Paiva eu confesso que esperava mais. Esse vestido estilo festa de 15 anos não combinou com uma menina tão linda e que costuma ser super estilosa. Mas gostei do brinco e da make (pra dar um up, né).


Já para o prêmio de melhor atriz, concorreram Vanessa Giácomo, Susana Vieira e Paolla Oliveira. Vanessa surgiu na premiação encarnando a vilã Aline, já que o vestido é a cara das roupas que a personagem usava. O que não é ruim, visto que, no meio das maldades, ela sambava personalidade com suas roupas finas de mulher elegante. Mas, sei lá, não achei digno de premiação (apesar de que estava quase todo mundo simples demais para a ocasião mesmo, como se fosse um happy hour).


Susana poço de humildade Vieira deixou o piriguetismo de lado e foi de noiva, achando que a sobra de tecido + a renda a deixariam mais esguia. Mas, honestamente, não espero nada dela, então tá bom.


Como é que Paolla boca torta Oliveira - que, na minha concepção, é uma atriz muito fraca - foi ganhar o troféu de melhor atriz eu não sei, mas ganhou. E, para recebê-lo lindamente - só que não - ela foi vestida com vestido envelope longo azul marinho que mais parece um roupão de banho ou combinação de camisola. Esperta, escondeu os braços de polenteira (também tenho, então posso falar) com mangas longas e deu cor ao look com a make e os acessórios, apesar de esse cinto parecer saído da 25 de março.


Mas, muita calma nessa hora, já tinha alguém usando o mesmo vestido/roupão, porém com cinto diferente: Anitta, a rebocada e fanha que "chora" sem derramar lágrimas. Ops... Ambiente pequeno e com poucas pessoas ter coincidência de look é coisa triste, hein?


Confesso que, apesar de o vestido parecer feito de cortina, achei que Paula Fernandes estava elegante. É que ela costuma se vestir tão mal e tem um gosto tão duvidoso, que vê-la de vestido longo de renda normalzinho é quase um alívio. Tava bonita sem aquele exagero todo habitual. A make estava linda também (amei o batom), assim como o cabelão solto na lateral. Só não precisava desse brinco de pimenta, mas alguma coisa tinha que estragar, né?


Quem concorreu com Paula Fernandes e Anitta foi a veterana Ivete Sangalo, que levou o prêmio de melhor cantora pra casa mais uma vez. É claro que pretinho básico não tem erro e não fica feio, sem falar que o corte envelope ficou muito bom nela, mas cadê glamour? Cadê brilho, franja, pinduricalho, ostentação? Simples demais, né gente, não condiz com o estilo de sempre dela e muito menos com a ocasião.


prêmio de atriz coadjuvante foi para Elizabeth Savalla, que estava de luto, mas jogou uns brilhos na roupa. Não é brincadeira, ela estava mesmo de luto pelo falecimento de Paulo Goulart. Mesmo assim, achei que não precisava essa coisa toda fechada e sisuda demais, com blazer e saia longa.


As concorrentes de Savalla foram Giulia Gam e Fabiana Karla (que não estava presente). Achei o vestido de Giulia Gam sem sal, é tudo que posso dizer. E detesto esses cabelos presos divididos no meio e colados no couro cabeludo. O pessoal adora, mas eu detesto; pronto, falei.


As jornalistas Patrícia Poeta e Renata Vasconcellos foram de azul e vermelho, respectivamente (e perderam o troféu para o boy magia William Bonner). Patrícia, sempre tão elegante, seguiu a linha de Kerry Washington no Oscar e amarrou um lençol de cetim em volta do corpo. Mas gostei da make com batom laranja, que é cor complementar de azul.
Renata ficou com medo de engordar na última hora e comprou um vestido dois números maior. Ou é só o modelo que é feio pra caramba mesmo, com cara de "mandei fazer ali na esquina".



Klara Castanho estava bem bonitinha de vestido azul marinho e branco, toda "romantiquinha", delicadinha, menininha e blá blá blá.


Mel Maia é pequena, é fofucha, é criança e criança adora chocolate, então ela foi de Ferrero Rocher. Brincadeira, gente, achei uma graça. Vestido rodadinho, com laço na cintura e combinado com sapatilha e cabelo enroladinho = super condizente com a idade da menina. Uma fofa!


Fernanda Torres também apostou no pretinho básico, mas, diferente de Ivete, acho que tem tudo a ver com o estilo dela. O modelo também é envelope, porém sem mangas e de comprimento midi.


E, por fim, além de Tatá Werneck, que estava um deslumbre, só deu Carol Nakamura. A japa arrasou de vestido dourado inteiro bordado com fenda poderosa, sandália de tiras finas, make com muito bronzer pra combinar com a cor da pele e maxi brincos. A mulher já é linda, ficou um poder!


Fora Nakamura, algumas outras faustetes também estavam bonitas, como Ivi Pizzotti e Kika Martinez (as duas primeiras fotos a seguir). Em compensação, que treco é esse que Nicole Rocha está usando (última foto)? Não entendi nada desse tecido de cortina sobrando por cima do tubinho nude. Ficou bom não!




E agora vem a parte boa (que eu só vou fazer por causa do Mateus Solano): os looks masculinos na premiação. A maioria dos atores e cantores optou pelos tradicionais smokings e ternos, variando os tons e alguns detalhes. Anderson Di Rizzi (ator revelação) e Leandro Hassum (melhor humorista), por exemplo, foram de gravata borboleta, o primeiro bem clássico e o segundo com direito a colete e lapela brocada. Caio Castro também apostou na gravata borboleta, porém vermelha, e barra da calça social mais curta combinada com tênis. Ornou?




Bruno Gagliasso e Thiaguinho investiram no look todo preto. Bruno usou colete e, ao invés de gravata, um broche dourado no colarinho, enquanto Thiaguinho se jogou na lapela de paetês.



Sérgio Guizé estava mais chique do que todos os outros homens reunidos com seu traje de smoking completo.


Fábio Porchat (adoro ele, gente) e Thiago Fragoso (melhor ator coadjuvante) foram de terno simples, o primeiro com camisa azul e o segundo de camisa branca com gravata vermelha; combinações clássicas que não tem erro.



E, por fim, ele: Mateus Solano, que merecidamente ganhou o troféu de melhor ator do ano pelo papel de Félix. Ele foi de terno, camisa lilás e gravata burgundy, mais seu sorriso lindo, mais sua simpatia, mais sua beleza e charme incomparável + seu jeito doce e amável de ser + suas declarações de amor à esposa. Ofereceu o prêmio à plateia e foi humilde e simpático como sempre! Ok, sou encantada no cara, já deu pra perceber. Chega. haha


E aí um pouco de beleza e diversão para o nosso dia, porque a gente merece:




Tá bom pra vocês?
Bises, bises!

sexta-feira, 14 de março de 2014

Look: Faça amor, não faça a barba!

Quero começar esse post falando que essa é a minha t-shirt preferida da Prefixo Re. Adoro as de bandas e as outras estampas criativas, mas essa? Essa foi amor à primeira vista, haha! Também sou apaixonada por esse shorts. Sem brincadeira, acho que já usei umas trinta vezes desde que comprei, não sei como ele nunca apareceu por aqui (mas já aparaceu várias vezes em looks no instagram - segue lá: @josianarezzardi). Gosto porque ele tem essa modelagem super esportiva, mas o bordado dá um toque mais fino e muito legal. Ele acaba seguindo a tendência sporty chic, que eu adoro!
Vocês sabem que eu uso muito salto alto, mas quis mostrar essa proposta com tênis (falei AQUI há muito tempo sobre a moda dos tênis em roupas casuais). Foi diferente pra mim - e eu ainda prefiro um scarpin, hein -, mas gostei do resultado. Sem falar no conforto, né? E pra finalizar, o blazer pink de novo. No fim, tudo seguiu a linha sporty chic, e não só o shorts. A combinação ficou despretensiosa, mas bacana ao mesmo tempo, do jeito que eu gosto. Vejam e me contem se gostam da ideia:








T-shirt: Prefixo Re / Shorts: Espaço Fashion / Blazer: da China / Tênis: Nike / Óculos: Chilli Beans

Esse shorts dá todo um outro charme para o look, né? Faz um tempo já que estou pensando até em mandar fazer vários nesse mesmo modelo, mas de outras cores e até estampados. Esse é de malha, mas confortável impossível, mas com as peças certas também dá pra usar a noite super fácil!
E a t-shirt? Acho linda!
Bom final de semana, amores!
Bises, bises!

quarta-feira, 12 de março de 2014

Look: Stop fighting, start living!

Outro look bem descontraído pra deixar a semana mais leve. A combinação é básica, t-shirt e shorts jeans, mas a terceira peça (como sempre) faz a diferença, assim como os acessórios.
Gosto particularmente da estampa bem reflexiva dessa t-shirt e da mistura de cores improvável, mas super bacana, que ela faz entre verde e vermelho. Para continuar nesse esquema, escolhi a camisa vermelha estampada de tecido bem levinho, bolsa verde de tachas e sapato vermelho.








T-shirt: Prefixo Re / Shorts: Bebela / Sapato: Ellus / Camisa: Dudalina / Óculos: Chilli Beans

Prefixo Re faz t-shirts femininas e masculinas, uma mais linda do que a outra. Então fica a dica: sigam a página da marca no facebook (AQUI) e acompanhem as novidades!
Bises, bises!