segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Urban Decay e a Naked Vault: pra morrer de amor!

Gente, há alguns dias eu não tenho dormido. Tenho minhas dúvidas, mas acho que o motivo é esse kit da Urban Decay que tem aparecido por aí nas redes sociais e no tumblr da marca. Será uma edição limitada e ultra exclusiva, lançada e disponível a partir do dia 30 de outubro (tá chegando). A julgar pela beleza do kit e qualidade das makes da Urban Decay, vai durar pouquíssimo tempo, né? Eu mesma uso minha paleta todos os dias!
O kit, chamado Naked Vault (que lembra algo como cofre, caixa-forte, em tradução livre) será composto pelas três paletas de sombras que todo mundo ama de paixão (Naked, Naked 2 e Naked 3), mais três Naked Flushed com cores diferentes (lembrando que essas paletas trazem bronzer, blush e iluminador), três cores do lipgloss Naked Ultra Nourishing (nooner, rule34 e streak) e ainda 3 lápis de olhos com dois lados, os Glide-On Double-Ended. É muuuuuita coisa em uma case só, que por sua vez é liiiinda demais! O preço é $280 e, como a gente sabe, se fosse comprar cada produto separadamente pagaria muito mais!





Sim, estou aqui eu me coçando, como dezenas de outras mulheres pelo mundo devem estar, quando descubro que essa preciosidade será vendida apenas pela Urban Decay e na loja inglesa Selfridges (física ou online). Até aí tudo bem, só que a Selfridges não entrega no Brasil (fuén fuén fuééééén). Além disso, haverá uma lista de espera que está estimada como uma das maiores da história do mundo da beleza.
Mesmo assim, já mexi meus pauzinhos pra tentar garantir a minha. Afinal, isso sim que é um presente de natal de gabarito, não é não? Haha!
Bises, bises!

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Look: Only know you love her when you let her go!

Pessoas, que calor é esse? Tá desumano, hein! Ainda mais pra quem é como eu e AMA um bom friozinho. Como não dá pra ficar de pernas para o ar, tenho apostado muito no uso de saias que, além de super femininas, são opções um pouco mais frescas de roupa. 
A modelagem que eu mais gosto - e que está voltando com tudo - é a evasê. Vamos combinar que não existe nada mais "mulher" do que uma saia... Se ela for rodadinha, de cintura alta e com comprimento até os joelhos, então, é praticamente um combo de feminilidade; cria uma produção bem romântica e suave!
Eu gosto tanto, mas tanto desse estilo de saia - que combina com looks mais vintages até mais moderninhos, dependendo de como você combina - que tenho usado praticamente todo dia. Nesse look fiz uma composição simples com camisa no mesmo tom da saia e sapatos nude, mas dá para usar com t-shirt, fazer mix de estampas, um tricô leve em dias mais frescos ou até um moletom pra uma pegada mais fashionista. Olhem só:








Camisa: Hering / Saia: Dimy / Colar: Lança Perfume / Sapato: Raphaella Booz (super antigo) / Óculos: Chilli Beans / Bolsa: sem marca

Lembrando que o pink continua em alta! E, de verdade, essas saias estão voltando ainda tímidas, mas vão estourar muito em breve. Se você gosta desse estilo romântico que elas criam, se joga (não é à toa que o período em que as mulheres só usavam esse padrão de roupa foi o mais feminino da história da moda)!
Bises, bises!

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Look: Once upon a time!

Quem me acompanha no Instagram (@josianarezzardi) e na página do blog no face já viu algumas fotos do vestido que usei no casamento da Déia. A ocasião era muito especial - afinal, a Déia não só é amiga como também colaboradora aqui do blog -, então o vestido também precisava ser. Na hora de escolher até provei outros, mas eu estava apaixonada por esse modelo desde a noite do lançamento da coleção "Once upon a time" da Cyntia Fontanella (mostrei AQUI, lembram?). Sou encantada por saias volumosas e essa, além disso, segue a premissa do nome da coleção e carrega uma floresta mágica nela. Essas folhas e flores bordadas em todo o comprimento e também no busto do vestido são uma coisa de outro mundo. Quando você veste algo assim, se sente uma princesa imersa em um conto de fadas ou no shakesperiano "Sonhos de uma noite de verão".
Como o vestido já e um esplendor, mas não bordado com brilho, usei brincos grandes e bolsa de cristais para completar. Eu queria um toque de bordô/vinho no look, porque acho que casa muito bem com cinza, então a Ivelise Mendes adicionou esse tom na maquiagem. Fizemos uma make bem carregada nos olhos, mas com lábios neutros. Tudo muito iluminado e cheio de brilho, afinal, era um conto de fadas. Olhem só:













Algumas fotos com detalhes da make feita pela Ive:






O casamento foi incrível e usar um vestido desses não tem preço. A Ive também arrasou mais uma vez!
Mas me contem vocês: O que acharam da produção?
Bises, bises!

Contato da Ive: 9971-6495 / 3224-2863 / Facebook

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Look: Let me live that fantasy!

No final de semana retrasado eu tive uma ocasião especial e, para o evento, escolhi um dress lindo da Cyntia Fontanella com busto em illusione inteirinho bordado e saia azul. Os bordados da grife são sempre caso de amor intenso, impecáveis e super trabalhados. Costumo dizer que quando usamos um vestido Cyntia Fontanella até nossa alma se sente mais bonita. E eu, como amo loucamente um brilho, sempre que posso me jogo nele!
Pelo clima fresquinho e até para dar um toque diferente e mais casual ao look, completei a produção com blazer azul no mesmo tom da saia. Finalizei com pumps pretos altíssimos - que ajudam muito a alongar a silhueta - e clutch mais descontraída.
Tivemos que fazer as fotos à noite mesmo, então a luz não ajuda a pegar toda a beleza do bordado, mas olhem só:











A make foi feita pela Ivelise Mendes, com olhos bem carregados e trabalhados essencialmente com sombra azul e preta. Escolhemos um batom mais neutro para a ocasião, mas também daria super certo no estilo "olho tudo, boca tudo".
Como eu sempre digo, a Ive tem mãos de fada:



Vestido: Cyntia Fontanella / Sapatos: Carmen Steffens / Blazer: da China

Espero que gostem dessa produção assim como eu gostei!
Bises, bises e bom final de semana!

Contato da Ive: 9971-6495 / 3224-2863 / Facebook

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Look da Déia #8!

Tá de babar o último look que a Déia mandou aqui pra gente! A construção é no melhor estilo hi-lo, com jeans super destruído combinado com scarpins pretos e t-shirt com lateral cavada e bordada. Para completar, maxi brincos, cabelo preso e detalhes essenciais, como a barra da calça dobrada (sempre falo para vocês do efeito bacanérrimo que esse truque traz ao look; alonga a silhueta, deixa a composição mais descontraída e, ao mesmo tempo, bem mais elegante e arrumadinha).
Sério, tá lindo demais. E o melhor é que é um mix que cai bem pra várias ocasiões. Nem preciso falar que quanto mais destruído for o jeans, melhor, né? Super tendência. A t-shirt bem soltinha, em contraposição ao salto alto, forma um dos meus combos preferidos. A Déia ficou uma verdadeira modelo de street stylepuro glamour!
E, só para vocês morrerem de amores, tem participação especial do Rock nas fotos, o bulldog francês da Déia! É amor demais em um look só!






Calça: Ellus / Sapato: Schutz / T-shirt e brinco: Madô

Demais, né? Amei mil vezes! É um look que super funciona pra quem tem bastante atitude. Mas se você for mais básica e menos ousada é só fazer algumas substituições - como um jeans mais neutro e uma t-shirt mais básica, ou até mesmo uma sapatilha no lugar do salto - que vai ficar super legal também. O segredo é sempre adaptar ao seu gosto!
Bises, bises!

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Os looks do Emmy Awards 2014!

Eu gosto mais do Emmy do que do Oscar, isso é fato. Acho que é porque sou alucinada, craaazy mesmo, por séries. Sobrou um tempinho qualquer, já tô sentada assistindo o episódio de alguma das inúmeras que constam na minha lista. E aí, como série é algo que a gente acompanha por muito mais tempo que um filme, o laço que criamos com os personagens - e, consequentemente, com os atores - também é muito mais cheio de amor. 
Como o Emmy Awards é a premiação da TV Americana, acaba sendo a maior chance que temos de ver em peso a galera que tanto nos alegra, conforta, diverte e acalenta. Vestidos como eles mesmos e despidos de seus personagens.
Antes de começarmos a dar aquela olhadinha básica nos looks, tenho que dizer que, independente das derrapadas, tem muita gente aí que eu adoro e que a mulherada caprichou tanto quanto se fosse Oscar mesmo, viu?

Sou obrigada a começar com Halle Berry. Que mulher é essa, gente? Quanto mais os anos passam, mais linda ela fica. Estava poderosa nesse Elie Saab, combinando atitude e elegância. Um vestido, por sinal, que geralmente eu acharia muito simples, mas que ela conseguiu endeusar.


Enquanto Halle Berry fazia o estilo mulherão, Allison Williams estava uma princesa de Giambattista Valli. Um primor. Acho ela linda e amei o vestido, super diferente dos tradicionais!


Outra que estava arrotando elegância era Lizzy Caplan, de preto e branco com shape clássico e uma boa cauda pra impressionar.


Direto de "The Big Bang Theory", Kaley Cuoco linda de cabelo curtinho, mas com um vestido Monique Lhuillier bem duvidoso. Não achei feio, mas também não achei bonito... Entende? Geralmente ela está muuuito mais bonita, então fiquei um pouco decepcionada.
As companheiras de elenco de Kaley, Mayim Bialik e Melissa Rauch, apostaram no azul. Enquanto a "Amy" arriscou com um Oliver Tolentino super rodado e chamativo (eu gostei, me julguem), "Bernadette" seguiu sua fórmula já conhecida de vestimenta clássica. Mais do mesmo, mas estava muito bonita.




Vindas de um reino sem Sheldon Cooper, as atrizes de "Game of Thrones":

Lena Headey é demais! Acompanho seu instagram e ela parece ser bem "gente como a gente", sabe? Eu não usaria esse Rubin Singer e acho que ficaria muito mais bonito se fosse inteiro longo, mas combinou muito com o estilo pessoal da atriz (que de Cersei não tem nada).


Natalia Dormer: linda, magra, rica, sambando na cara da sociedade, ensinando como se usa vestido bicolor com classe e mostrando que não precisa ter decote pra ser sensual. Apenas amei! É por essas e outras que todo mundo casa com ela na série, hahaha!


E por último, nossa selvagem preferida, que tanto diz que o Jon Snow não sabe de nada: Ygritte. Ops, Rose Leslie. Uma linda por natureza, mas acho que esse vestido não ajudou (até porque parece que ficou grande nela).


Escapando um pouco do circo de horrores que será a próxima temporada de "American Horror Story", Jessica Lange e companheiras de elenco:

Jessica Lange, pra mim, é praticamente sinônimo de mulher poderosa. Não acho que ela aparenta ter 65 anos nem aqui, nem em qualquer lugar do planeta. Mas ela tem e sabe se vestir de acordo, então apareceu esbanjando luxo nesse J. Mendel preto super clássico e infinitamente elegante. E ainda levou o prêmio de melhor atriz em minissérie!


Sarah Paulson foi à caráter, trajando a chuva de sangue da série. Haha, brincadeira! Na verdade, esse é um Armani Privé bem conceitual do desfile mais recente do estilista, então a tendência é ser estranho mesmo (até porque é pouco usável na prática, né?). Mas achei que, para um modelito tão excêntrico, Paulson segurou muito bem!


Vocês brigam comigo se eu disser que gostei do vestido da Taissa Farmiga? Eu não usaria, mas achei que combinou muito com ela. Apenas acho que o cabelo podia estar menos Mortícia loira, mas gosto é gosto...


Só consigo reparar nessa tira de strass do vestido de Jamie Brewer. Me lembra aqueles vestidos cabulosos que a gente usava nas formaturas de colégio (e achava que estava arrasando).


Angela Bassett fazendo a grega, toda trabalhada no branco & dourado.


E as meninas de "Orange is the new black" deram um show à parte. Talvez nem tanto pela escolha dos vestidos, mas é que só nessa passagem pelo red carpet a gente já vê como elas são atrizes incríveis mesmo. A transformação é grande demais, visto o que a série exige de cada uma. Olhem só:

Taylor Schilling foi uma das minhas preferidas da noite. A mulher já é linda e um poço de talento (os monólogos e crises da Piper sempre me deixam hipnotizada). Aí ainda escolhe desfilar esse Zuhair Murad lindo e de caimento perfeito e, pra completar, fecha tudo com cabelo preso bagunçadinho, ear cuffs, make impecável e uma pitada generosa de elegância. Lacrou!


Agora, eu confesso que fiquei embasbacada mesmo foi com a Uzo Aduba. Quem assiste a série sabe do que eu estou falando. Como pode a "Crazy Eyes" surgir na vida real como esse mulherão aí, gente? Jura que as duas são a mesma pessoa? Que glamour, que mulher maravilhosa!



Taryn Manning foi fantasiada de Ferrero Rocher e, como eu estou numa fase em que não posso comer chocolate, não gostei. Na verdade, acharia péssimo de qualquer jeito. Mas só de ver a "Pennsatucky" toda arrumadinha assim também é difícil de acreditar.


Danielle Brooks provando pra todo mundo que plus size PODE, sim, se vestir com muita elegância. E mais, que plus size pode usar branco e fenda abusada e ficar linda, basta ter bom senso. Esse Nathaniel Paul caiu como uma luva nela!


Laverne Cox também fazendo a grega, como Angela Bassett.


Laura Prepon, eu adoro a Alex e acho você uma ótima atriz, mas esse vestido não ficou bom não (e faltou um corretivo nessa make, hein?).


Alysia Reiner de Alexander McQueen.


Michelle Hurst e Madeline Brewer (inacreditável a Madeline sem as trancinhas, a tatuagem no pescoço e a atitude lésbica + apaixonada + usuária de drogas de sua personagem)!


Natasha Lyonne, que é uma das minhas preferidas na série, não foi uma das minhas preferidas no red carpet. Mas tudo bem, nem tudo pode ser perfeito, né?


Samira Wiley fazendo cosplay da estátua gigante ali atrás. Mentira, mas que vestido mais atelier-ali-da-esquina, hein amiga?


E chega de "Orange is the new black", pelo menos por hoje. Zooey Deschanel, eu te adoro. E adoro ainda mais sua irmã, porque ela é a Bones e eu amo esse seriado. Então vou deixar passar esse vestido sem graça que tu escolheu. De resto tá linda e meiga como sempre. Manda um beijo pra Emily Deschanel por mim, por favor!


Nos anos anteriores Anna Gunn compareceu tão elegante às premiações que é até difícil acreditar que ela tenha escolhido esse Jenny Packham dessa vez. Tão simplório, tão "vou-ali-e-já-volto". Mas que tá linda e magra, ninguém pode negar!


Betsy Brandt parece não ter desencarnado de sua personagem em Breaking Bad, a julgar pelo bom montante de roxo em seu vestido e também nos sapatos. Fanáticos pela série entenderão.


Camila Alves absolutamente diva de Zuhair Murad, sem mais.


Cada vez que vejo a Lucy Liu, tenho a impressão de que ela rejuvenesceu. Maravilhosa!


Achei um arraso esse Givenchy da Claire Danes, especialmente as costas e a gola bordada. E esse acessório que ela carrega pra lá e pra cá, vulgo Hugh Dancy, só deixa tudo ainda mais bonito. Homeland e Hannibal, a gente vê por aqui!



Julia Roberts é mesmo uma linda mulher. Mesmo com 46 anos, ela conseguiu usar tranquilamente o vestido curto e rodado de Elie Saab, equilibrando o modelito com as mangas longas, poucos acessórios e sapatos bem neutros. Equilíbrio é tudo na vida. Falaram que parecia uma jabuticabeira, mas eu amo esse vestido desde que vi na passarela e acho que ela estava um primor!


Sofia Vergara tá sempre igual, só muda a cor do vestido. Esse é Roberto Cavalli.


Não me fale um ai, porque Kate Walsh é diva, pode tudo e super ostentou com esse peplum enorme que poucas segurariam com tanta classe.


Lena Dunham foi fantasiada de bolo de camadas. Super legal. Só que não.


Debra Messing. Mas ouvi dizer que ela atende também por "elegância" se você chamá-la assim. Que classe!


Amei essa pompa toda do Burberry que Cat Deeley usou!


E AMEI também esse look ousado e super diferente (Versace) de Gwen Stefani. A princípio tinha implicado com o cabelo, mas achei que ornou muito bem com essa vibe Cleópatra prateada que ela criou!


Ainda estou em dúvida em relação ao look gravidinha de Hayden Panettiere. Ao mesmo tempo que acho que ela mostrou que grávida não precisa se vestir brega ou careta, também penso que pecou no excesso de decote. O que vocês acham?


Heidi Klum tão diferente do habitual que demorei a perceber que era ela. O vestido é Zac Posen.


Katherine Heigl é tão linda, mas tão linda, que consegue continuar linda até nessa camisola/robe. Mas tá na hora de dar uma avaliada nas opções, hein?


Por fim, só queria dizer que achei mais do que justo Breaking Bad faturar os maiores prêmios. Merecido é pouco perto da genialidade dessa série (e, sim, eu assisto todas as que citei durante o post e muito mais, hahaha)!
Claro que tinha muito mais gente, mas não tem como falar de todo mundo. Até deletando dezenas de fotos o post já vai ficar gigante. Então, se sua atriz queridinha ficou de fora, minhas sinceras desculpas! 
Bises, bises!